Available languages:
António Guterres (Secretário-Geral) sobre o Lançamento do Documento Político: COVID-19 e Cobertura Universal de Saúde (7 de outubro 2020)
7 Oct 2020 -  Mensagem vídeo de António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, sobre o Lançamento do Documento Político: COVID-19 e Cobertura Universal de Saúde (7 de outubro 2020).
Nove meses depois de ouvirmos falar da Covid-19 pela primeira vez, a pandemia já ceifou mais de um milhão de vidas e infetou mais de 30 milhões de pessoas em 190 países. As infeções aumentam e há sinais preocupantes de novos focos.
Muito sobre o vírus permanece desconhecido. Mas um facto básico é claro: o mundo não estava preparado.
A pandemia revelou sistemas de saúde totalmente inadequados, grandes lacunas na proteção social e fortes desigualdades estruturais dentro e entre os países.
Todos devemos tirar duras lições desta crise.
Uma dessas lições é que o subinvestimento em saúde pode ter um impacto devastador nas sociedades e nas economias.
A pandemia está custando à economia global US$ 375 bilhões por mês. Cerca de 500 milhões de empregos foram perdidos até agora. O desenvolvimento humano está em regressão, pela primeira vez desde que começamos a medi-lo em 1990.
A Covid-19 mostrou que a Cobertura Universal de Saúde, os sistemas de saúde públicos fortes e a prontidão para emergências são essenciais para as comunidades, para as economias e para todos.
Esse é o pano de fundo do Documento Político que estamos lançando hoje.
Pelo menos metade da população mundial não tem acesso aos serviços de saúde de que necessita. Cerca de 100 milhões de pessoas são levadas à pobreza a cada ano por custos catastróficos na saúde.
Essa enorme lacuna na cobertura de saúde é uma das razões pelas quais a Covid-19 causou tanta dor e sofrimento.
A Cobertura Universal de Saúde exige que os governos aumentem os investimentos em bens comuns para a saúde, incluindo vigilância e comunicação de risco, para que o mundo nunca mais enfrente tal situação.
Também requer que os programas de saúde pública sejam inclusivos e equitativos, sem barreiras financeiras. O tratamento de saúde não deve depender da situação financeira.
Todos os países concordaram em trabalhar para a Cobertura Universal de Saúde como parte da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.
Mas não podemos esperar 10 anos. Precisamos de Cobertura Universal de Saúde, incluindo cobertura de saúde mental, agora, para fortalecer os esforços contra a pandemia e nos preparar para crises futuras.
Essa é apenas uma das cinco recomendações principais deste Documento Político.
A segunda é controlar a transmissão adicional da Covid-19 através de medidas comprovadas de saúde pública e uma resposta global coordenada.
A terceira recomendação é proteger a prestação de outros serviços de saúde durante a pandemia. A Covid-19 está matando indiretamente pessoas com doenças cardíacas e câncer, bem como aqueles que infecta. E o acesso a serviços de saúde mental e programas de saúde sexual e reprodutiva não pode ser comprometido.
Quarto, precisamos garantir que todos, em todos os lugares, tenham acesso às futuras vacinas, testes e tratamento da Covid-19. Financiar o inovador Acelerador ACT é a maneira mais rápida de acabar com a pandemia.
E quinto, devemos fortalecer a preparação. Isso significa envolver todos os setores da sociedade e investir em sistemas de alerta que induzam a ação das autoridades de saúde.
A preparação e a resposta à pandemia são bens públicos globais que requerem investimentos em grande escala.
A cobertura universal de saúde tem um custo. Mas o preço é barato, quando consideramos a alternativa.
Apelo a todos que acelerem e aumentem o investimento na Cobertura Universal de Saúde e em sistemas de saúde mais fortes, começando imediatamente.
Open Video Category
Non-Governmental Organizations